"Só a abstracção lírica me toca. É como se escrevesse uma sinfonia."

Augusto Barros Ferreira, (Barros), nasceu em Lisboa a 7 de Agosto de 1929, cidade onde cedo viu nascer a sua grande vocação para as manifestações artísticas.
É assim que, nos anos 50, completa os seus estudos na Academia de Belas Artes em Lisboa e realiza a sua primeira exposição individual no Palácio Foz (Antigo S.N.I).
Cedo se apercebeu que seguir uma carreira profissional no mundo das artes em Portugal não era exequível e que tinha de procurar novos horizontes.
Augusto Barros torna-se, assim, mais um exemplo paradigmático dos grandes artistas portugueses, que nunca chegaram a ver a sua obra reconhecida e valorizada, em vida, no seu próprio país.